segunda-feira, 12 de outubro de 2015

5 Mitos sobre a Amamentação

A amamentação numa fase inicial pode não ser fácil e quando se junta a dúvida e o medo ainda menos.  Decidimos pois fazer uma pequena lista dos mitos que mais frequentemente ouvimos. Esperamos, deste modo, tirar algumas dúvidas e dissipar receios das novas mamãs, para que a experiência de amamentar seja tão gratificante quanto o deve ser.




1 - "O meu leite é muito fraco. É aguado e não é suficiente."
Não existe leite fraco, nem leite "aguado"! O leite materno tem um aspecto mais aquoso do que o leite de vaca, mas é decerto o alimento mais adequado e completo para o bebé. Em relação à quantidade, quanto mais o bebé mama, mais leite a mãe produz e a imensa maioria das mulheres pode produzir leite suficiente para os seus filhos.

2 - É normal que a amamentação seja dolorosa.
Não é verdade, mas cada caso é um caso. A sensibilidade nos mamilos é frequente nos primeiros dias, mas qualquer dor nos mamilos que se prolongue para além do 4º ou 6º dia não deve ser ignorada.  Esta dor poderá ser o resultado de uma pega incorrecta por parte do bebé, que faz com que o mamilo da mãe seja pressionado e ferido contra o palato duro do bebé, ou pode ser devida a uma infecção nos mamilos (entre outras causas).

3 - Quem fez um aumento mamário, ou uma redução mamária, não pode amamentar.
Não existe nada que indique que as mães com próteses mamárias ou as que fizeram redução mamária não possam amamentar. O que pode suceder nestes casos é que, devido ao procedimento cirúrgico, possa haver um bloqueamento dos ductos, que também pode afectar os nervos sensitivos da mama dificultando a amamentação.

4 - Quem não amamentar o primeiro filho, não consegue amamentar o segundo.
A experiência de amamentação do primeiro filho e do segundo filho são diferentes e dependem de vários fatores. Uma primeira má experiência não implica necessariamente que a segunda seja igual.

5 - A mãe que amamenta não deve consumir café, chocolate, bebidas gaseificadas, feijão, grão, couve verde escura, laranja, etc. 
Nenhum alimento saudável deve ser evitado a menos que a mãe identifique que o bebé reagiu mal a determinado alimento. Alimentos como o café, chocolate e bebidas gaseificadas não têm qualquer valor nutricional por isso não fará mal se as mães se abstiverem dos mesmos. Os restantes alimentos não deverão ser restringidos porque são importantes nutricionalmente e a sua restrição reduz a experiência de sabores do bebé, sendo importante uma dieta materna variada e equilibrada.

Estes são apenas alguns dos muitos mitos sobre a amamentação, por isso, em caso de em dúvida o melhor é sempre falar com um profissional experiente e formado na área.

© 2014 bybebé. Todos os direitos reservados.